Francisco Navarro Lara

Maestro Honorário

Martin Elmquist

Maestro Honorário

Paulo Duarte

Maestro Honorário

Please reload

Francisco Navarro Lara nasceu em 1969 em Bujalance, Córdoba – Espanha. Formou-se na Hochschule Fur Musik em Viena - Áustria e no Instituto Superior de Arte em Havana - Cuba, fazendo Doutoramento em Ciência da Arte, especializada em direção de orquestra, com honras. 

 

Dirigiu distintas Orquestras em Espanha, Áustria, Dinamarca, Itália, Japão, Cuba, Colômbia, bem como prestigiados cantores - Jose Carreras, Montserrat Caballé e Victoria de los Angeles, entre outros. Ele é o autor de várias publicações, entre os quais o livro intitulado "Nova Técnica de Direção" (Alvarellos Editorial. Lugo 2000).

 

Leccionou uma cadeira de Direção no Conservatório de Música de Málaga e foi Professor Associado de Musicoterapia da Universidade de Málaga. Foi Diretor Musical da Antologia de José Tamayo Zarzuela com a qual se apresentou em mais de quinze países da Europa, América e Ásia.

 

 Actualmente ocupa a posição de Diretor Musical da Banda Municipal e da Orquestra Sinfónica de Huelva, é diretor da Escola de Orquestra e Banda "Maestro Navarro Lara", é Maestro Honorário da Orquestra Nacional do Paraguai e desde 2013 Maestro Honorário da nossa Orquestra Philarmónica de Lisboa.

Martin Elmquist nasceu em Copenhaga em 1954. Estudou violino na Royal Danish Academy of Music concluindo os estudos em 1975.

 

Em paralelo, estudou direcção de orquestra com Ole Schmidt e participou em masterclasses orientadas por Neeme Järwi, Vladimir Delman, entre outros. 

 

Estreou-se como diretor de orquestra em 1982 com a Århus Symphony Orchestra e em 1983 muda-se para Itália.

 

Em 1985, Elmquist vence o prémio "Arturo Toscanini" em Parma e nos anos seguintes, dá continuidade ao seu trabalho em Italia, sobretudo dirigindo ópera.

 

No Luxemburgo, onde vive desde 1991, Elmquist mostrou a sua verdadeira versatilidade - como violinista, conferencista, compositor, professor no Conservatoire du Nord e, acima de tudo, como maestro e diretor musical da Luxembourg Philharmonia.

Martin Elmquist nasceu em Copenhaga em 1954. Estudou violino na Royal Danish Academy of Music concluindo os estudos em 1975.

 

Em paralelo, estudou direcção de orquestra com Ole Schmidt e participou em masterclasses orientadas por Neeme Järwi, Vladimir Delman, entre outros. 

 

Estreou-se como diretor de orquestra em 1982 com a Århus Symphony Orchestra e em 1983 muda-se para Itália.

 

Em 1985, Elmquist vence o prémio "Arturo Toscanini" em Parma e nos anos seguintes, dá continuidade ao seu trabalho em Italia, sobretudo dirigindo ópera.

 

No Luxemburgo, onde vive desde 1991, Elmquist mostrou a sua verdadeira versatilidade - como violinista, conferencista, compositor, professor no Conservatoire du Nord e, acima de tudo, como maestro e diretor musical da Luxembourg Philharmonia.

Paulo Duarte nasceu em 1978 em Santarém. Iniciou os estudos musicais com 12 anos de idade nos instrumentos Piano e Trompete.

 

Estudou no Conservatório Regional de Setúbal, continuando posteriormente a sua formação com Jos Wuytack, em Pedagogia Musical e em Direção de Orquestra e Banda na Escola de Direção em Huelva - Espanha e Associated Board of the Royal Schools of Music, sob orientação do Maestro Francisco Navarro Lara.

 

Iniciou o seu trajeto enquanto Maestro no Coro da Sociedade Filarmónica União Agrícola em 2001, mantendo ainda o cargo, tendo dirigido também Ensembles.

 

Desempenha funções enquanto Professor de Piano, Formação Musical.